Buscar
  • Filipe Lúcio

HARDWARE E SOFTWARE, O QUE SÃO?

Um computador deve seu funcionamento a dois elementos básicos, hardware e software, essenciais para o desenvolvimento de um trabalho preciso e eficiente. Estes são, graças à sua complementaridade, os encarregados de todas as tarefas realizadas na equipa. Mas o que significa hardware? E software? Na ValorTop vamos responder a essa pergunta.



Hardware e suas funções

Dentre todos esses componentes, o hardware é dividido em básico, para se referir àqueles dispositivos essenciais ao funcionamento do computador, como placa-mãe, teclado, CPU, RAM ou monitor; e, além disso, que desenvolve funções adicionais específicas, como impressoras ou pendrives.


Hardware se refere a todos os componentes materiais e físicos de um dispositivo, ou seja, aqueles que podem ser vistos e tocados. O monitor, o mouse, a CPU, o teclado ou a RAM são alguns exemplos daquelas partes que, juntas, compõem o hardware. Este termo tem sua origem etimológica no inglês, onde "hard" significa "hard" e "ware", "things", podendo até ser definido como "as partes duras de um computador". Existem dois tipos:


Interno - dentro da torre do computador, como cabos, circuitos, unidade de processamento central ou dispositivos de armazenamento.


Periféricos: estão localizados na parte externa da torre do computador. Entre eles estão os periféricos de entrada, que fornecem informações ao sistema, como mouse ou teclado; os periféricos de saída, que mostram as operações realizadas no computador, como o monitor ou a impressora; e os periféricos de entrada-saída, que executam as duas funções anteriores, como USB.


Dentre todos esses componentes, o hardware é dividido em básico, para se referir àqueles dispositivos essenciais ao funcionamento do computador, como placa-mãe, teclado, CPU, RAM ou monitor; e, além disso, que desenvolve funções adicionais específicas, como impressoras ou pendrives.


Além disso, nos últimos tempos, o conceito de hardware livre está ganhando força. Este termo é usado para definir componentes de hardware cujos designs e esquemas são acessíveis a todos, gratuitamente ou por meio de algum tipo de pagamento. No entanto, ainda é uma ideia que gera confusão até mesmo nos autores que tentam defini-la.


Mas o que seria o softawre?

Software aplicativo: programas desenvolvidos para que o usuário execute uma tarefa específica, como escrever. Processadores de texto, planilhas, antivírus ou reprodutor de filmes são alguns exemplos.

Software é a parte digital do computador, ou seja, o conjunto de instruções, programas e regras do computador que o computador necessita para funcionar. Portanto, não tem existência física, mas é intangível e imaterial, como programas de processamento de texto ou o sistema operacional. Esse termo foi cunhado pelo matemático John Wilder Tukey em 1958 para se referir aos programas que faziam as calculadoras eletrônicas funcionarem. O software é classificado em: Software do sistema: conjunto de programas que permitem ao usuário se comunicar com o próprio sistema. Eles são os sistemas operacionais, drivers de dispositivo e programas utilitários para manutenção do computador. Software aplicativo: programas desenvolvidos para que o usuário execute uma tarefa específica, como escrever. Processadores de texto, planilhas, antivírus ou reprodutor de filmes são alguns exemplos.

Software de programação: ferramentas usadas por cientistas da computação para escrever novos programas graças a uma linguagem específica.Por fim, deve-se destacar que, aqui, o conceito de software livre está mais estabelecido do que no caso de hardware. Esta definição refere-se às possibilidades que o usuário tem de executar, copiar, distribuir, estudar e alterar o software, gratuitamente e mediante pagamento de determinada quantia.


A diferença

Esses dois elementos básicos de um computador se alimentam. Ou seja, ambas as instruções são fornecidas para a realização de tarefas e, sem uma delas, o funcionamento de um computador não seria possível. Porém, apesar dessa complementaridade, sua diferença é mais que patente, pois enquanto o hardware pode ser visto e tocado, o software responde a elementos digitais e, portanto, intangíveis, que carecem de forma física.



236 visualizações

© 2018-2020 por Filipe Lúcio de Andrade